Notícias

Central 135 de atendimento do INSS supera 55 milhões de ligações

Total representa crescimento de 19% em relação a 2017
publicado: última modificação:
Central 135 de Palmas (TO) Central 135 de Palmas (TO)

Central 135 de Palmas (TO)

As Centrais de Atendimento do INSS, que operam pelo telefone 135, superaram os 55 milhões de ligações recebidas nos primeiros nove meses de 2018. Isso representa um crescimento de 19% em relação ao mesmo período de 2017. Localizadas em Caruaru (PE), Palmas (TO) e Salvador (BA), as três centrais do INSS recebem, juntas, quase 230 mil ligações todos os dias.

O número 135 atualmente responde por mais de uma centena de serviços do INSS que os segurados podem fazer de casa sem ter que se deslocar até uma das agências fixas do Instituto. Segundo levantamento da Coordenação de Gerenciamento de Atendimento Remoto (CGAR), da Diretoria de Atendimento do INSS, os resultados de perícia e os agendamentos de serviços lideram a demanda nas centrais telefônicas do Instituto.

Outro serviço importante é a concessão automática dos benefícios Salário Maternidade e Aposentadoria por idade para aqueles segurados que tenham preenchidas as condições necessárias para obter o benefício. Ao ligar para a central 135, o benefício poderá ser concedido automaticamente, desde que os dados do segurado estejam corretos no Cadastro do INSS.

A CGAR acompanha a qualidade do atendimento e as condições que influenciam as demandas e os picos de chamadas. Algumas sazonalidades podem estar relacionadas a melhorias no atendimento ao segurado, como a inclusão de novos serviços pelo telefone e também a revisões de benefícios feitas pelo INSS. Tudo isso provoca, naturalmente, o crescimento da demanda. Assim, para 2019, já está previsto um aumento na capacidade de atendimento pelo número 135.

Cada central atua com um certo número de estados da federação. A Central de Caruaru (PE), que recebeu 19,8 milhões de ligações este ano, atende os estados de São Paulo – que sozinho congrega 27% do total de ligações – além do Pará, Sergipe, Roraima, Acre, Amapá, Pernambuco e Rondônia.

A central de Palmas (TO), a mais nova a integrar o sistema, realizou mais de 15,5 de atendimentos em 2018 e está encarregada do atendimento aos estados de Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins.

A Central de Salvador, que alcançou 20,4 milhões de ligações este ano, recebe demandas do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Piauí, Bahia, Maranhão, Ceará, Alagoas, Amazonas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Como aproveitar – As centrais 135 atendem de segunda a sábado, no horário de 7 às 22 horas. A CGAR orienta que os segurados aproveitem o período após às 19 horas e também os sábados para realizarem as ligações, pois esses são os horários de menor movimento. As ligações são de graça se forem feitas de telefone fixo. Mas quem quiser usar o celular vai pagar apenas valor de uma ligação local.

Informações para imprensa:

Verônica Assumpção

(61) 3319-2673

Categorias: ,