Notícias

INSS Digital fará parte da Rede Brasil Mulher

Piloto do Acordo terá início nas Regiões Norte/Centro-Oeste
publicado: última modificação:

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai se integrar ao programa Rede Brasil Mulher, da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres do Governo Federal. A ação terá início a partir da assinaturas de Acordos de Cooperação Técnica (ACT) na área de abrangência da Superintendência Regional do INSS para as Regiões Norte e Centro-Oeste.

Para traçar as linhas do Acordo, a Ministra da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, esteve reunida hoje (19) com o Superintendente Regional do INSS Norte e Centro-Oeste, André Fidelis, e sua equipe. A ideia é utilizar o INSS Digital para ampliar a rede de proteção à mulher, promovendo o acesso a benefícios e serviços do INSS como o salário maternidade, auxílio-doença, pensões e aposentadorias urbanas e rurais.

Fátima Pelaes explicou que a Rede Brasil Mulher é uma estratégia que une esforços da sociedade civil e instituições de diversas esferas governamentais para garantir cidadania à mulher brasileira, com cinco eixos fundamentais de atuação: saúde, educação, espaço de poder e decisão, autonomia econômica e combate à violência.

No caso do INSS, a Superintendência Regional do Instituto para as Regiões Norte e Centro-Oeste conta com uma rede de 17 gerências-executivas e 284 agências físicas. No entanto, com a implantação do INSS Digital, as possibilidades de atendimento se expandem a todos os municípios, mediante convênios com entidades e órgãos públicos. Dessa forma as mulheres poderão ter acesso a informações, serviços e benefícios do INSS sem ter que se deslocar para outra cidade em busca de uma unidade física do Instituto.

O INSS Digital – que agora fará parte da rede Brasil Mulher – é um programa em que a tramitação dos requerimentos de benefícios ocorre integralmente no modo digital, sem papel. Envolve, também, Acordos de Cooperação Técnica (ACT) entre o Instituto e organizações representativas, públicas ou privadas. Com isso, o segurado vinculado a uma dessas entidades pode requerer o benefício, sem precisar ir a uma agência do INSS. Os processos são analisados em polos digitais, de forma muito mais rápida e segura.

 

Informações para Imprensa:

Verônica Assumpção

ACS/SR-V/INSS

(61) 33190-2673

Categorias: