Notícias

INSS/SP celebra seus 28 anos com a divulgação dos serviços previdenciários

Ação ocorre na Estação Osasco da CPTM e leva ao público informações sobre seus direitos e deveres
publicado: última modificação:

De São Paulo (SP) – Para comemorar os 28 anos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que vão ser completados amanhã (27), as equipes do Programa de Educação Previdenciária (PEP) do Instituto em São Paulo estarão na Estação Osasco da CPTM (na Grande São Paulo), durante três dias, para orientar o público sobre os benefícios, os direitos e os deveres previdenciários. Os servidores também vão divulgar o Meu INSS, ferramenta disponível na internet com a qual o cidadão pode acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a vários outros serviços. O atendimento na Estação Osasco será feito no dia 27, das 9h às 13h, e nos dias 28 e 29, das 9h às 15h.

O serviço dos técnicos do INSS no local faz parte do Programa de Educação Previdenciária (PEP) do Instituto, que firmou parceria com a CPTM em dezembro de 2016 para que ações desse tipo ocorram mensalmente em suas estações. Para fazer esse trabalho, o INSS conta com servidores especializados de várias de suas unidades. Para essa ação, participarão funcionários das Gerências-Executivas SP-Centro, SP-Norte, SP-Sul, SP-Leste, Osasco e Ribeirão Preto. Neste ano, o INSS já esteve nas estações Palmeiras-Barra Funda (fevereiro), Tatuapé (março), Luz (abril), Brás (maio) e Santo André (junho). No ano passado, os técnicos também estiveram nas estações Pinheiros, Jurubatuba, Barueri e Santo Amaro. Desde o início da parceria, foram feitos aproximadamente 12 mil atendimentos nas estações.

Aniversário 28 anos – O Instituto Nacional do Seguro Social foi criado em 27 de junho de 1990, por meio do Decreto 99.350, com a fusão do Instituto de Administração Financeira da Previdência Social (Iapas) com o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS). O primeiro era responsável pelas contribuições previdenciárias; já o segundo respondia pela administração dos benefícios. Em 2007, com a criação da Secretaria da Receita Federal do Brasil, a arrecadação previdenciária deixou de ser feita pelo INSS e passou a ser administrada pelo novo órgão. Na época de sua criação, o INSS era vinculado ao extinto Ministério da Previdência e Assistência Social. Desde o início, assim como hoje, operacionalizava o reconhecimento de direitos de segurados do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e de cidadãos que recebiam benefícios assistenciais. Após diversas mudanças na estrutura ministerial, que já ligaram o INSS a pastas relacionadas à Assistência Social, ao Trabalho e à Previdência Social, em 2016, passou a fazer parte do Ministério do Desenvolvimento Social.

O órgão é um dos maiores distribuidores de renda do País, protegendo aposentados, pensionistas e demais beneficiários, incluindo seus dependentes. No País, o INSS desembolsa mensalmente cerca de R$ 45 bilhões para o pagamento de 34,6 milhões de benefícios, como aposentadorias, pensões e auxílios. Já em São Paulo são pagos mensalmente R$ 12,3 bilhões, correspondentes a 7,7 milhões de benefícios.

Modernização – O INSS tem tomado iniciativas para a modernização e automatização dos serviços a fim de melhorar o atendimento aos cidadãos. Exemplos disso são os serviços oferecidos ao público pelo site do INSS (www.inss.gov.br), pela Central de Serviços Meu INSS – cujo aplicativo também está disponível para celulares smartphones – e pela Central de Atendimento Telefônico 135. Esses canais de atendimento permitem que o trabalhador tenha acesso a diversos serviços do INSS sem sair de casa, entre eles, solicitação do salário-maternidade e das aposentadorias por tempo de contribuição e por idade.

 

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação Social INSS/SP

Fone:  (11) 3544 3514