Notícias

Leilão de imóveis do INSS no Rio de Janeiro é encerrado sem compradores habilitados

publicado: última modificação:

O INSS realizou, nessa quarta (8) o leilão público de três imóveis no estado do Rio de Janeiro – dois em Niterói e um no Irajá, na sede da Superintendência Regional do INSS Sudeste II, em Belo Horizonte. Conduzido pela leiloeira Aparecida Vale Cipriani Ramos e a equipe de Apoio, instituída pela portaria SRII/INSS nº 198/2018, o leilão não apresentou compradores habilitados.

Para os imóveis situados em Niterói – o terreno situado à rua General Castrioto e o prédio da Travessa Alberto Vitor, não houve nenhum comprador interessado. Por isso, o leilão foi declarado deserto para esses dois itens.

Leilão de imóveis do INSS no Rio de Janeiro é encerrado sem compradores habilitados

Imóvel no Irajá – Em relação ao imóvel do subitem 3 – terreno na rua Marinho Pessoa, Irajá, foi recebida proposta, com documentação entregue via Correios. Aberto o envelope, a equipe responsável pelo leilão desclassificou a proposta da licitante – aquisição à vista pelo valor de R$ 100 mil – por não atingir o mínimo de 60% do valor de avaliação do imóvel, informado no edital, que é de R$ 271 mil. Não havendo outros participantes, a sessão foi encerrada pela equipe da Superintendência Regional do INSS Sudeste II.

O INSS realiza leilões públicos em todo o país. São propriedades não-operacionais do Fundo de Regime Geral de Previdência Social (FRGPS) que a instituição recebeu em pagamento de dívidas previdenciárias ou unidades de antigos institutos de previdência. Os recursos do fundo são utilizados para custear os benefícios.

Leia também:

Imóveis do INSS no Rio de Janeiro serão leiloados em maio

Categorias: ,